Espíritas de Google: ai como eu lhes amo!, por Wilson Custodio

Tempo de leitura: 2 minutos

Wilson Custodio

***
O Espiritismo não está encerrado entre quatro paredes!
***

Intelectuais EaD são impressionantes. Alguns conheço-os do dia a dia em atividades nas casas espíritas. Verdadeiros cordeiros diante os dirigentes, coordenadores, orientadores, etc. Tudo aceitam, mesmo que estes estejam errados; mas nas redes sociais são TERRIVELMENTE ESPÍRITAS, fartos conhecedores das OBRAS Kardecistas (as 32, claro!), a ponto de extrapolarem a capacidade do PENSAMENTO HUMANO.

Todos os assuntos, então, são FABULOSAMENTE dominados – política, geopolítica, economia, finanças. Médiuns de “últimas e de todas as horas”, não faltam os especialistas: é só escolher! Não me perdoem a ironia! Porém, data vênia, são criaturas incríveis, este, ESPÍRITAS DE GOOGLE.

Sendo bem oblíquo (tônico): Mim, comigo, ti, contigo… tudo progride na DOUTRINA “DOS ESPÍRITAS” em direção, óbvio, à “perfeição”… Então, chegamos aos “ESPÍRITAS CHATGPT. Agora, eles estão volitando com André Luiz nas nuvens algodão de “Nosso Lar” (deles). Nada contra, entende-se a necessidade de muitos, mas quando “É hora de Ação” e os tiramos da “A Ilha da Fantasia”, do “O Fantástico Mundo de Bobby”, para discorrer sobre os mesmos temas abordados em suas redes sociais, sem ficção, mano a mano, olho a olho, frente a frente… Aí, meus caros, a “Operação se torna de Risco”, a ilusão torna-se fato e a vaca torce o rabo.

No momento do embate, chega a ser sátiro, os neurônios deixam de fazer sinapse, os caras têm lapso de memória, os registros se apagam do consciente e a “galera EAD” fica como os personagens de “Perdidos no Espaço”.

Tragicomédia anunciada… E, para não chorar, só rindo!

Hoje muitos estão por aí… Dirigindo instituições espíritas, coordenando cursos, fazendo palestras espíritas (Motivacionais!?), realizando caridade assistida – com o chapéu alheio (cada cesta básica rende um self!), vendendo livros e revistas (ah, “nada a ver tio”!, etc.)… No dito popular: virou a festa do caqui… Turma difícil, mlk (moleque)! São, assim, ”mansos como uma pomba, mas astutos feito serpentes”, ou “caiados por fora e podres por dentro”… E “quem tem olhos para ver, que veja”!

Meus camaradas, ESPÍRITAS DE GOOGLE, “eu sei o que vocês fizeram nos verões passados”. Vós sois os “Intelectuais EAD dos últimos tempos”… Ou será de “todos os tempos”? Em vossas redes sociais sois leões ungidos e rugindo, mas no tête-à-tête e dentro das casas espíritas, sois “lobos em pele de cordeiro’.

Vou, portanto, lhes revelar um pequeno trecho psicografado que recebi de um mentor espiritual. Sabe aqueles mentores e/ou guias espirituais que tu gostas, adoras, acreditas, veneras e amas? Sim, aqueles tipos monocromáticos e chatos. De vestes brancas, areolados por uma luz prateada, com a voz angélica, a fala mansa e os olhos de mel… Desculpe-me, estava esquecendo; acrescente a fórmula: Também altos, de sorriso alvo, farto e fácil.

Perguntei a um deles:
– O que fazer diante os ESPÍRITAS DE CABIDE que proliferam na CASA ESPÍRITA QUE FREQUENTO e amo?

Resposta:
– Tenhais paciência com eles e amai-vos incondicionalmente.

Foi aí que pensei em Allan Kardec. Acredito que vocês lembram de Kardec, né? Parodiando o mestre lionês – creio, acho, não sei…, temos a orientação: Espíritos sérios vão a reuniões em que há Espíritos sérios…

Não é bem isto? Então, o que é?

Como não tenho paciência e não amo incondicionalmente, dispensei o tal “mentor espiritual”, para descobrir, logo em seguida, que o Espiritismo não está encerrado entre quatro paredes, quem dirá entre os “ESPÍRITAS DE GOOGLE” – e, em relação a esses, ai como eu lhes amo! (contém ironia!)…

Written by 

Postagem efetuada por membro do Conselho Editorial do ECK.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.